(51) 3347.4643 | (51) 2103.2910 | (51) 99873.5931 contato@clinicazoomed.com.br

Os ratos são seres sociáveis e vivem em comunidades e apresentam algumas particularidades só deles:

  • A cauda do rato funciona tanto como um órgão de equilíbrio quanto um mecanismo para perda de calor.
  • Não possuem glândulas sudoríparas, exceto aquelas no coxim plantar sem pelo.
  • Os pelos crescem em todas as partes do corpo, exceto na cauda, nariz, palmas, solas e lábios.
  • A porfirina é uma sustância com pigmento vermelho que é liberada pela glândula de Harder, um tipo de glândula lacrimal. Esta secreção aumenta quando os ratos estão doentes ou sob stress.
  • Os ratos possuem dentição hipsodôntica, o que significa que os dentes crescem continuamente ao longo da vida.
  • As narinas podem fechar debaixo d’água, podendo nadar por longas distancias.
  • Os ratos não têm a capacidade de vomitar.
  • Não possuem vesícula biliar.
  • Os testículos podem ser retraídos para o abdômen em temperaturas frias.
  • Os filhotes de rato, ao nascerem, não tem pelos, são cegos e surdos. As orelhas abrem entre 3 e 5 dias e os olhos entre 7 e 14 dias.
  • Os filhotes estão totalmente cobertos de pelos em torno de 7 a 10 dias e consomem alimento sólido no final da segunda semana de vida, mas continuam mamando até os 21 dias de vida.

Fonte: Sirois, Margi. Medicina de animais de laboratório: princípios e procedimentos. São Paulo: Roca, 2007.

Desenvolvido por WD Sites - Criação de Sites!